Posts Tagged 'pdf'

Edição de PDF no OpenOffice 3.0

Post movido para: http://blog.guilhermegarnier.com/2009/03/16/edicao-de-pdf-no-openoffice-30/

Há muito tempo o OpenOffice oferece uma opção para exportação de documentos para o formato PDF. Apesar de ser muito útil, falta uma opção para importar esse formato para edição. Faltava! A extensão PDF Import Extension da Sun faz exatamente isso: arquivos PDF podem ser importados e editados no OpenOffice Draw.

Apesar de a extensão estar em versão beta, fiz alguns testes e funcionou muito bem (apesar de alguns comentários de usuários com problemas na página da extensão). Achei a importação dos arquivos um pouco lenta, conforme alguns testes que eu fiz:

  • Arquivo com 18 páginas (300 kB) =~ 10 segundos
  • Arquivo com 209 páginas (6,28 MB) =~ 2 minutos
  • Arquivo com 322 páginas (1,15 MB) =~ 3 minutos

Num dos arquivos, uma página que continha muitos gráficos não foi importada adequadamente, mas foi o único problema que tive.

A opção salvar utiliza o formato ODF Drawing (.odg). Para salvar novamente como PDF, é necessário utilizar a tradicional opção de exportação para este formato. Porém, percebi que num dos testes a fonte ficou um pouquinho diferente da original. Mas, mesmo assim, a exportação foi de boa qualidade.

Referência sobre o assunto (incluindo uma descrição passo-a-passo da instalação): Modificando PDF no OpenOffice.org 3.0.

Impressão para PDF no Ubuntu – correção de problemas

Post movido para: http://blog.guilhermegarnier.com/2008/04/04/impressao-para-pdf-no-ubuntu-correcao-de-problemas/

Alguns programas no Ubuntu permitem a impressão para o formato PDF, como o Evince e o Gedit. Para ter essa opção disponível em qualquer programa, basta instalar uma impressora virtual de PDF, usando o pacote cups-pdf. Se ele não estiver instalado na sua distribuição, instale-o com o comando sudo apt-get install cups-pdf.

Para criar uma impressora de PDF, acesse a opção System -> Administration -> Printing e depois “New Printer”. Depois selecione “Print into PDF file” como tipo de impressora, e na tela seguinte, “Generic” como fabricante e “PDF file generator” como modelo. Finalmente, dê um nome para a impressora. Feito isso, a impressora de PDF ficará disponível para qualquer programa que tenha a opção de impressão. Os PDFs serão criados no diretório PDF dentro do home do usuário.

O processo acima já foi descrito diversas vezes, em vários blogs e sites sobre Linux. Porém, decidi escrever sobre isso porque a maioria dos artigos pára por aí, não informando como alterar as configurações do cups-pdf e nem como resolver alguns dos problemas mais comuns.

Configurações

O arquivo de configuração do cups-pdf fica em /etc/cups/cups-pdf.conf. Neste arquivo, ficam definidos o diretório de destino dos PDFs, o diretório de spool, as regras para formação dos nomes de arquivos a partir do nome do documento impresso, configurações de segurança e permissões, o grupo de usuários que tem permissão para usar esta impressora, tipo de log, configurações do Ghostscript e outros. Se você alterar algum destes parâmetros, será necessário executar sudo /etc/init.d/cupsys restart para que as modificações tenham efeito.

Problemas

Os problemas mais comuns com o cups-pdf são:

  • se após enviar um trabalho para a impressora o arquivo correspondente não aparecer no diretório PDF dentro do seu home (ou o diretório que você tiver definido no arquivo de configuração), verifique o log (por padrão fica em /var/log/cups/cups-pdf_log). Ele pode ajudar a descobrir o que ocorreu (ex: problemas de permissão)
  • verifique se o usuário está no grupo correspondente definido no arquivo de configuração (grupo lp por padrão)
  • se você alterar o diretório de destino dos PDFs, altere também o arquivo /etc/apparmor.d/usr.sbin.cupsd, na seção /usr/lib/cups/backend/cups-pdf. Este arquivo contém as regras de segurança do AppArmor, e define os diretórios onde o cups-pdf tem permissão de escrita. Após alterá-lo, execute sudo /etc/init.d/cupsys restart
  • se o log do cups-pdf apresentar a mensagem "[ERROR] failed to set file mode for PDF file (non fatal)", execute o comando sudo aa-complain cupsd

@guilhermgarnier

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Estatísticas

  • 58,340 hits
Linux Counter